Evento em São Paulo vai debater os Quatro Anos do Código Florestal

 

4anosdeCodigoFlorestalRepresentantes do governo, produtores rurais, ambientalistas e especialistas sobre o tema vão se reunir para analisar e debater os resultados alcançados com o Código Florestal contemplando também o que ainda falta para a completa efetivação da lei, com enfoque no estado de São Paulo. 

Por Redação da Iniciativa Verde – 

O evento será realizado no dia 13 de maio, das 9h até 13h, no Hotel Inter Continental (Alameda Santos, 1123) em São Paulo (SP) e a entrada é gratuita. A inscrição pode ser feita por este link.

No mês de maio, a lei que estabelece o novo Código Florestal completa quatro anos. Muito se avançou na sua implementação, em nenhum lugar do mundo existe uma lei ambiental como essa, mas alguns desafios precisam ser superados. Questões relativas à transparência, incentivos e execução de seus instrumentos requerem atenção de todos os atores envolvidos.

O encontro está dividido em dois painéis principais. Na primeira mesa serão apresentados estudos e casos de sucesso na implementação do Código Florestal e também um panorama nacional após os quatro anos da lei. Já na segunda mesa, composta por representantes do governo do estado de São Paulo, de entidades ligadas ao setor rural e de organizações ambientalistas, serão discutidos os estágios de implantação do Código Florestal em São Paulo.

Um dos destaques será a adesão ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) e ao Programa de Regularização Ambiental (PRA). Também haverá uma palestra inicial que contextualizará o atual estágio da implementação da lei, reforçando a ideia de que um Código Florestal efetivo é de interesse de toda a sociedade brasileira.

Outros eventos estão programados para o Rio de Janeiro, Salvador, Cuiabá e Brasília.

Veja a programação:

9h Mesa de Abertura: Cristiano Vilardo (Observatório do Código Florestal) e Mario Mantovani (SOS Mata Atlântica) – Implantação do novo Código Florestal: Situação em nível nacional
9h30 até 10h50 Mesa 1: Aspectos da adequação ambiental em imóveis rurais
1. Leopoldo Santanna, Daterra Café: Exemplo de propriedade sustentável
2. Aurelio Padovezi, WRI – Potencial de regeneração na recuperação florestal
3. Vinícius Guidotti de Faria, Imaflora: Uso e conservação do solo, água e biodiversidade em paisagens agrícolas
4. Margareth Nascimento, Iniciativa Verde: Análise do CAR em São Paulo
Mediadora: Daniela Chiaretti, Valor Econômico

11h até 13h Mesa 2: Implementação do Programa de Regularização Ambiental (PRA) no Estado de São Paulo, Situação e Perspectivas
• Patrícia Iglecias, Secretária de Meio Ambiente do Estado de São Paulo
• Rubens Naman Rizek Junior, Secretário-adjunto da Agricultura e Agricultura do Estado de São Paulo
• Representante da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (FAESP)
• Roberto Resende, Observatório do Código Florestal e Movimento Mais Florestas PRA São Paulo
• Mediadora: Paulina Chamorro, Rádios Eldorado e Estadão

Serviço

Dia e horário: 13/05, das 9h às 13h
Local: Hotel InterContinental, Alameda Santos, 1.123, Sala Nery, São Paulo (SP)

Organizadores

A Iniciativa Verde é uma organização do terceiro setor que busca contribuir para a melhoria dos serviços ambientais como biodiversidade, água e qualidade do ar. Com isso, ela ajuda na mitigação e na adaptação às mudanças climáticas causadas pelas atividades humanas por meio de projetos próprios de recomposição florestal e em parceria com outras instituições. A Iniciativa Verde acredita na importância da consistência e da atualização científica, direcionando seu trabalho para a geração e à difusão de conhecimento e também ao apoio à formulação e implementação de políticas públicas que sejam capazes de garantir a conservação dos ecossistemas naturais e o bem-estar das comunidades rurais.

Saiba mais: www.iniciativaverde.org.br

O Observatório do Código Florestal (OCF) é constituído por uma rede de 23 organizações que compartilham do objetivo geral de monitorar a implementação da nova lei florestal (Lei Federal 12651/12) em todo o país, sobretudo o desempenho dos Programas de Regularização Ambiental (PRAs) e de seu principal instrumento, o Cadastro Ambiental Rural (CAR), de forma a gerar dados e massa crítica que colaborem com a potencialização dos aspectos positivos da nova lei e a mitigação de seus aspectos negativos.

Em 11 de maio de 2016, postado em: Eventos, Notícias by

Deixe um comentário